Salvinia molesta: uma ameaça global

Vanessa Viegas, Susana Caetano e Ângela Mestre

Salvinia molesta é um feto flutuante nativo do Brasil que forma densos tapetes sobre massas de água paradas, como lagos e barragens. Tem um enorme poder de multiplicação, provocando graves perdas de biodiversidade nos meios aquáticos e impedindo a utilização da água para consumo humano, agricultura e mesmo recreio. A presença desta planta em Portugal, em meio natural, foi observada pela primeira vez por um elemento do nosso grupo. Organizou-se a sua remoção de forma segura, com a ajuda de um especialista em infestantes aquáticas e com a colaboração da autarquia e outras entidades locais. Implementámos um sistema de monitorização da situação e promovemos uma campanha que visou a população em geral e os comerciantes de plantas de modo especial: de facto esta planta vende-se para decorar aquários e lagos de jardins. Realizámos algumas experiências para conhecer a biologia e ecologia da espécie. Participámos esta ocorrência ao ICNB para que Salvinia molesta conste na legislação nacional que regula o comércio de espécies exóticas.

Sabe mais aqui.