Efeitos da radiação gama em sementes de açafate branco (Lobularia maritima) e girassol (Helianthus annuus)

João Fernandes, Raquel Conceição e Rute Cesário

A radiação gama tem vindo a ser utilizada para induzir mutações por ser um método de criação de variabilidade genética, tem vindo a ser utilizada em programas de melhoramento e obtenção de novos cultivares. O objetivo deste trabalho foi induzir radiação gama para criar mutações com interesse ornamental. Irradiaram-se 5 lotes de 25 sementes de açafate-branco e 5 lotes de 10 sementes de girassol com as seguintes doses de radiação gama: 30Gy, 50Gy, 100Gy e 200Gy. A taxa de germinação foi significativamente diferente entre os lotes de controlo e os experimentais, tendo sido a taxa das experimentais mais elevada, tanto no açafate-branco como no girassol. Contudo, quanto à taxa de crescimento, os lotes de controlo e, de seguida, os de 30Gy, foram superiores. A experiência não permitiu obter resultados significativos e ainda não foi obtida qualquer mutação.

Se quiseres perceber melhor as conclusões este projeto espreita o relatório final aqui. Podes clicar aqui para espreitares a apresentação.