Invasões biológicas em Odemira

Angelina Petrova, Clara Kessler, Sara Durães

O nosso projeto pretende contribuir para a caracterização dos fenómenos de invasibilidade por plantas vasculares no concelho de Odemira. Realizámos saídas de campo, em diferentes usos de solo. Registámos as espécies invasoras avistadas, o tipo de uso de solo, o habitat, a densidade, a presença de plantas jovens e outros parâmetros, em cada avistamento.  Realizámos 253 avistamentos, de 39 espécies diferentes, em quase 29km de percursos (amostras). Analisámos os dados usando as ferramentas do Excel e algumas análises estatísticas. Confirma-se que as espécies invasoras são um problema ecológico presente na generalidade dos usos do solo, incluindo os ambientes mais naturais, como as dunas. Contudo, alguns usos do solo parecem favorecer a quantidade e diversidade de espécies invasoras, como é o caso da agricultura intensiva e dos usos urbanos. A capacidade de dispersão das espécies parece influenciar a sua abundância, mas o transito rodoviário também estará a contribuir para a dispersão das plantas.

Descobre o resumo do estudo numa só página aqui. Se tiveres interesse em saber mais detalhes descarrega este PDF.