O declínio do montado – o caso do sobreiro e da azinheira

Montados de sobreiro e azinheira são fundamentais para a nossa região: o Alentejo. São importantes a diferentes níveis: ecológico, económico, paisagístico e cultural. Mas estas árvores estão em perigo devido a uma doença chamada declínio e cujas causas ainda não são consensuais. Existe a hipótese de um fungo patogénico (Phytophthora cinnamomi) ser a causa desta doença. Nós testámos essa hipótese num conjunto de ensaios de laboratório. Experimentámos diferentes tratamentos para esta doença em ensaios de campo e em ensaios de laboratório.

Chegámos às seguintes conclusões:
a) O fungo P. cinnamomi causa extensas necroses nas raízes dos sobreiros e azinheiras, mesmo que estes não se encontrem sujeitos a qualquer tipo de stress provocado por factores bióticos ou abióticos.
b) A azinheira é um hospedeiro mais susceptível que o sobreiro.
c) Os sintomas típicos do que se denomina “declínio do montado” ainda não são visíveis, mas o estado das raízes faz prever o aparecimento de sintomatologia na parte aérea.
d) Solo infestado com P. cinnamomi retarda a germinação de sementes das duas espécies estudadas; reduz para quase metade a taxa de germinação no sobreiro e praticamente inibe a germinação na azinheira (para as concentrações de inóculo utilizadas).

Clica aqui e descobre o cartaz de apresentação deste projeto. Aqui neste link tens um folheto com mais detalhes sobre as conclusões do estudo.