Projeto Investigar e agir sobre o património natural

Aparentemente, este trabalho poderá parecer uma colagem de projectos diferentes; tal não corresponde inteiramente à realidade. O diagrama ajuda a perceber a unidade temática do trabalho: diversos grupos de alunos empenham-se na resolução de problemas e questões ambientais do Concelho onde vivem. Vários alunos estão a trabalhar em diferentes temas, embora exista um núcleo duro de alunos em cada tema, que coordena e organiza o trabalho e a informação. Também no quotidiano da vida na escola esta unidade é natural, uma vez que é na sala do clube de ciências que todos trabalham e têm os seus materiais, fazem as reuniões e planificam as saídas de campo. Os materiais e espaço disponíveis têm de ser geridos em conjunto.

Também nas apresentações públicas os diversos grupos de coordenam num trabalho conjunto. No secundário, onde o tempo livre dos alunos é reduzido e existe grande preocupação com a média de classificações (que permite ou não acesso ao curso pretendido), os projectos extracurriculares não conseguem normalmente grande mobilização. A única forma de conseguir dos alunos um empenho tal que os leve a trabalhar nas férias e fins-de-semana, consiste em permitir que trabalhem num tema ou problema que lhes interesse muito (porque existe na comunidade de que fazem parte, porque se relaciona com a carreira que querem seguir…). Por esta razão, muito clara para mim, que trabalho com alunos destas idades há quase 25 anos, não é possível, no secundário, propor um tema mobilizador de toda escola, de todos os alunos, como acontece com relativa facilidade nos 2º e 3º ciclos, onde também já trabalhei. Nem penso que esse esquema seja adequado para este nível de ensino, em que os alunos entram numa especialização nas suas aprendizagens e têm competências específicas e muito diversificadas para trabalhar com persistência e afinco. Assim, espero que se compreenda que a estrutura deste projecto corresponde exactamente à que é seguida nesta escola há mais de dez anos e que tem dado tantos frutos – jovens cientistas com carreiras
futuras que nos orgulham, prémios de ciência que sistematicamente são ganhos pelos nossos alunos, um Clube de Ciências que todos anos, com ou sem a disciplina de Área de Projecto, apresenta novos trabalhos científicos de qualidade.

Descobre mais sobre o estudo aqui.