Análise dos efeitos dos derivados de cloro em seres vivos de diferentes níveis tróficos

Ana Guerreiro e Milo Vince

O hipoclorito de sódio (NaOCl) é um dos produtos derivados do cloro mais utilizados pelo ser humano na atualidade. Neste estudo foi avaliada a toxicidade do hipoclorito de sódio em seres vivos de dois níveis tróficos, um herbívoro – Potamopyrgus antipodarum (caracol aquático) e um detritívoro – Dugesia gonocephala. A toxicidade foi estimada através da mortalidade nos seres vivos.

As planárias D. gonocephala são a espécie mais sensível ao tóxico seguidas pelos caracóis P. antipodarum. Para D. gonocephala uma concetração de 0,05 mg/L basta para causar 50% de mortalidade (CL50) enquanto para P. antipodarum é necessária uma concentração entre os 2 e os 5 mg/L para causar a mesma mortalidade, à mesma temperatura.  

Se quiseres perceber melhor as conclusões este projeto descarrega este PDF com o Relatório Final. Para espreitares a apresentação deste projeto clica aqui.