Influência da agricultura intensiva na qualidade da água do Barranco do Carvalhal

Afonso Costa, António Penim, Sara Nazaré

Estudou-se a influência da agricultura intensiva no Barranco do Carvalhal, concelho de Odemira com o auxílio de análises físico-químicas (nitratos, fosfatos, amónia, pH, condutividade e turbidez) e biológicas (macroinvertebrados). No Barranco do Carvalhal notou-se pior qualidade de água a jusante sendo que a média de amónia e nitratos é maior nesse ponto, quanto à condutividade e ao pH a sua diferença entre os pontos jusante e montante não são significativas, já os fosfatos apresentaram resultados não previstos, sendo que procuramos justificações credíveis. Tendo em conta os resultados das análises biológicas concluiuse que apesar de jusante e montante terem dado qualidade medíocre, a jusante quase atingiu a qualidade má (0,23), sendo que o valor obtido foi de 0,27.

Descobre mais detalhes sobre o estudo aqui. Se quiseres espreitar a apresentação dos resultados deste projeto clica aqui.